Terceira dose

terceira dose

Qual é a diferença entre a terceira dose e a dose de reforço?

Terceira dose e dose de reforço são dois termos que têm sido utilizados para descrever uma nova dose da vacina contra a COVID-19. Embora possam parecer semelhantes, os dois termos têm significados diferentes: Terceira dose: significa que para atingir o nível de proteção necessário, uma vacina precisa ser administrada em 3 doses iniciais iguais;

Qual o objetivo da terceira dose de vacinas?

Portanto, a terceira dose seria um reforço com o objetivo de continuar protegendo a população, tendo em vista as novas variantes, como a Delta. As vacinas que combatem o vírus da Covid-19 foram criadas tendo como base a primeira cepa conhecida.

Como é a aplicação da 3a dose da vacina no Brasil?

No Brasil, a aplicação da 3ª dose da vacina ainda está em análise. A Anvisa autorizou que a empresa Pfizer começasse a realizar estudos sobre a eficácia de uma terceira dose em pacientes brasileiros. O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou recentemente que há uma proposta de se aplicar a terceira dose no município.

Qual a melhor idade para tomar o reforço de imunossupressão?

No Brasil, adultos com elevado grau de imunossupressão e pessoas com mais de 80 anos devem receber uma 2ª dose de reforço (a 4ª dose), administrada 4 meses após a 3ª dose, que deve ser preferencialmente da Pfizer. Em alguns estados, a 4ª dose poderá também ser administrada em outras idades.

Como funciona a injeção de reforço?

Por outro lado, a dose reforço é usada em pessoas que foram imunizadas, geraram anticorpos, mas com o tempo tiveram essa defesa foi enfraquecida. “Uma injeção de reforço é uma dose adicional que pode ser administrada depois que a proteção imunológica total diminui com o tempo”, explicou del Rio.

Postagens relacionadas: