Dissecção da aorta

dissecção da aorta

Quais são os riscos da dissecção da aorta?

O risco da dissecção da aorta é de que a aorta possa romper, levando a uma perda massiva de sangue, resultando na morte da pessoa. Investigações complementarem a considerar em caso de dúvida:

Como tratar a dor da aorta?

Além disso, como a dor pode levar ao aumento da pressão e piora do quadro, também podem ser utilizados analgésicos fortes, como a morfina. Em alguns casos pode ainda ser necessário fazer uma cirurgia para reparar a parede da aorta.

Quais são as principais causas de morte na dissecção de aorta?

A insuficiência aórtica é uma das principais causas de morte na dissecção de aorta, além do hemopericárdio com tamponamento cardíaco (lembrar da Tríade de Beck com hipotensão arterial, hipofonese de bulhas cardíacas e turgência jugular) e da ruptura da camada adventícia da aorta.

Quais são os fatores de risco para a aorta?

Hipertensão e arteriosclerose (endurecimento das artérias) são fatores de risco importantes e estão presentes em 75% dos casos. Algumas condições congênitas também podem tornar o vaso mais frágil, como as síndromes de Marfan e de Ehlers-Danlos. Traumas torácicos também podem ocasionar dissecções de aorta.

Por que é importante tratar a dissecção da aorta?

A consequência é a redução do fluxo do sangue ou o rompimento da aorta. Ambas as consequências colocam a vida do paciente em risco. Sobretudo no caso de rompimento da aorta, as possibilidades de que o paciente não sobreviva são bastante elevadas.

Quais são os fatores de risco para a aorta?

Hipertensão e arteriosclerose (endurecimento das artérias) são fatores de risco importantes e estão presentes em 75% dos casos. Algumas condições congênitas também podem tornar o vaso mais frágil, como as síndromes de Marfan e de Ehlers-Danlos. Traumas torácicos também podem ocasionar dissecções de aorta.

Quais são as principais causas de morte na dissecção de aorta?

A insuficiência aórtica é uma das principais causas de morte na dissecção de aorta, além do hemopericárdio com tamponamento cardíaco (lembrar da Tríade de Beck com hipotensão arterial, hipofonese de bulhas cardíacas e turgência jugular) e da ruptura da camada adventícia da aorta.

Como tratar a dor da aorta?

Além disso, como a dor pode levar ao aumento da pressão e piora do quadro, também podem ser utilizados analgésicos fortes, como a morfina. Em alguns casos pode ainda ser necessário fazer uma cirurgia para reparar a parede da aorta.

Quais são as causas da dissecção da aorta?

Raramente, a dissecção limita-se a artérias individuais (p. ex., artérias coronárias ou carótidas), classicamente nas gestantes ou no período pós-parto. A dissecção da aorta costuma ocorrer em pacientes com degeneração preexistente da média aórtica. As causas e os riscos são doenças do tecido conjuntivo, doença aterosclerótica ).

Quais são os fatores de risco para a aorta?

Hipertensão e arteriosclerose (endurecimento das artérias) são fatores de risco importantes e estão presentes em 75% dos casos. Algumas condições congênitas também podem tornar o vaso mais frágil, como as síndromes de Marfan e de Ehlers-Danlos. Traumas torácicos também podem ocasionar dissecções de aorta.

Como tratar a dor da aorta?

Além disso, como a dor pode levar ao aumento da pressão e piora do quadro, também podem ser utilizados analgésicos fortes, como a morfina. Em alguns casos pode ainda ser necessário fazer uma cirurgia para reparar a parede da aorta.

Quanto tempo depois da dissecção da aorta devo fazer ressonância magnética?

Alguns especialistas vão solicitar a tomografia ou a ressonância magnética após 3 meses, 6 meses e 12 meses após a dissecção da aorta para avaliar o risco de crescimento da dissecção de aorta e a fraqueza da parede.

Postagens relacionadas: