Dges bolsa

dges bolsa

Quais são os valores da bolsa da DGES?

Os valores da Bolsa da DGES são anuais, mas pagos mensalmente, tendo o objetivo de ajudar o estudante durante aquele período de estudos - o ano letivo em questão. Nos casos de quem concorreu dentro dos prazos acima apresentados, o valor mínimo de bolsa que um estudante pode receber é o valor anual da propina efetivamente paga.

Como é feito o pagamento da bolsa?

O pagamento da bolsa é efetuado, mensalmente, diretamente ao estudante através de transferência bancária. 2. Aquando do pagamento das prestações, podem ser feitas compensações de modo a ajustar os montantes entregues, ou a entregar, ao valor anual da bolsa de estudo atribuída. Já submeti a minha candidatura.

Como saber se posso ter direito a bolsa?

Para perceberes se poderás ter direito a bolsa, existe o simulador do site da DGES. Podes utiliza-lo, mas tem atenção: o mesmo analisa os dados que tu colocas; se te enganares ou não tiveres a certeza, poderá fazer cálculos apoiado em informação que não corresponde à realidade.

Quais são os tipos de bolsas?

A Direção-Geral de Ensino Superior promove dois tipos de bolsas: as de mérito e as de ação social. As bolsas de mérito premeiam os alunos por terem boas notas e as de ação social ajudam os alunos com carências económicas.

Qual é o valor da Bolsa de estudo DGES?

Qual é o valor que poderá receber com a bolsa DGES? O montante atribuído a uma bolsa de estudo DGES corresponde à diferença entre a bolsa de referência e o rendimento por pessoa do agregado familiar. O valor mínimo da bolsa corresponde a 125% do valor máximo da propina a pagar, que equivale a 697 euros.

Qual é o valor mínimo da Bolsa de estudos?

No entanto, por causa da pandemia, a DGES excecionalmente definiu que o valor mínimo da bolsa será 125% do valor das propinas no respetivo ciclo de estudos, ou seja, 871,25€ nas propinas de licenciatura. O valor máximo é o valor anterior mais 11 vezes o Indexante de Apoios Sociais (IAS) do ano civil.

Qual o valor da bolsa mínima?

O valor da bolsa mínima atribuída no ano letivo 2020/2021 será 871€ enquanto que a propina se fixa nos 697€ (valor correspondente a 125% do valor da propina máxima paga pelo estudante de licenciatura).

Quem pode receber bolsa de estudo?

Pode também ser atribuída bolsa de estudo aos licenciados ou mestres que, no período de 24 meses após a obtenção do grau, se encontrem a realizar estágio profissional para o exercício de uma profissão. Vou frequentar um doutoramento. Posso candidatar-me a uma bolsa de estudo?

Quem tem direito a bolsa na Universidade?

Quem pode ter acesso? Para poder concorrer às bolsas de estudo do estudo é preciso ser cidadão português ou de outro país da União Europeia. Os apátridas e beneficiários do estatuto de refugiado político podem igualmente concorrer. Estas bolsas destinam-se, exclusivamente, a quem pretenda fazer os seus estudos em escolas portuguesas.

Quem pode concorrer às bolsas de estudo?

Os licenciados ou mestres que estejam a realizar um estágio profissional para o exercício de uma profissão podem também candidatar-se a estas bolsas. Mas há um prazo a respeitar. A bolsa só vai poder ser atribuída no 24 meses seguintes após a conclusão do respetivo curso.

Qual o prazo para sacar o Bolsa Família?

Os valores podem ser sacados em qualquer canal de atendimento da Caixa, como agências, terminais de autoatendimento, lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui. Há prazo para sacar o dinheiro? Em geral, a família tem no máximo 90 dias para sacar a parcela do Bolsa Família.

Quais são os requisitos para a inscrição na Bolsa de estudo?

Segundo o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior, republicado com o Despacho n.º 5404/2017, o aluno deve estar inscrito num mínimo de 30 ECTS (créditos académicos), exceto no caso de estar a finalizar o curso e, por isso, esteja inscrito em menos do que 30 créditos.

Postagens relacionadas: